NotíciasHome / Notícias / SBMFC ENTREVISTA MARIANA ...
SBMFC entrevista Mariana Vilela: vamos falar sobre MFC no Estado de Goiás? 01/02/2018

 Mariana Vilela é médica de família e comunidade, membro da SBMFC, diretora da Associação Goiana de Medicina de Família e Comunidade (AGOMEFAC).  

SBMFC: Qual o papel da AGOMEFAC na representatividade dos MFCs do Estado? 

Mariana: A Associação Goiana de Medicina de Família e Comunidade surgiu da necessidade de representação e apoio aos médicos de família, residentes e estudantes que se interessam ou atuam dentro da Atenção Primária à Saúde. Possuímos uma história rica de início tímido, porém bem estabelecido. Estamos em constante crescimento buscando representar os médicos de família nas mídias, frente à população e também à gestão, nosso objetivo é fortalecer a Medicina de Família e Comunidade no Estado de Goiás de forma consciente e com qualidade.

SBMFC: Atualmente, a Associação conta com quantos membros? 

Mariana: Atualmente contamos com 110 médicos credenciados, porém estamos passando por um processo de reorganização pela nova diretoria eleita recentemente. 

 

SBMFC: Eventos e encontros estão programados para 2018?

Mariana: Foi realizada uma reunião de planejamento anual dia 21 de janeiro. Nosso plano é conseguir fazer pelo menos uma reunião trimestral para associados com temas de atualização e o Primeiro Simpósio Goiano de MFC. Acreditamos que este seja o momento ideal de crescimento e fortalecimento visto a crescente demanda de vagas de residência no estado.

 

SBMFC: Qual a frequência de atividades (encontros, discussão sobre artigos, informativos)? 

Mariana: O planejamento é que estes encontros de atualização aconteçam trimestralmente, porém quinzenalmente temos lançado informativos em nossa página do facebook.


SBMFC: Qual tipo de apoio a Associação proporciona aos membros (informativo sobre concursos, auxilio com artigos/estudos científicos...)? 

Mariana: Temos atuado promovendo encontros para troca de experiências e também para discussão de propostas futuras para MFC no estado, recentemente fizemos uma carta que solicitava a exigência do título em um concurso para professor em MFC em uma importante universidade do estado, um exemplo do apoio e forma de crescimento e valorização que buscamos como médicos de família.

 

SBMFC: Por que é importante para um MFC que atua no Estado fazer parte da Associação? 

Mariana: A Medicina de Família e Comunidade passa por um processo de crescimento visto a crescente demanda de vagas de residência, é importante que os médicos de família se unam no intuito de fortalecer e fazer com que a especialidade seja cada mais reconhecida com o valor que ela merece.

 

SBMFC: Como está a cobertura e acesso à APS em Goiás?

Mariana: A cobertura total chega a 73% segundo os dados da SIAB, alguns munícipios possuem uma cobertura de 100% enquanto outros de apenas 40%, o intuito é o fortalecimento e luta para que o acesso e cobertura cheguem a 100% em todos os municípios não só com em números mas também com qualidade de preferência com médicos de família titulados ou médicos clínicos com interesse em se titular em MFC no futuro.

 

SBMFC: É possível mensurar alguma carência ou demanda específica dos usuários do SUS, com foco na APS?

Mariana: No estado como em todo Brasil temos uma grande demanda de pacientes com doenças crônicas não transmissíveis, essa população ocupa cerca de 70% do atendimento diário das unidades.

 

SBMFC: As oportunidades de trabalho e concursos para médicos de família e comunidade estão satisfatórias de acordo com a demanda? 

Mariana: É inegável o crescimento da MFC no Estado, iniciamos nossa caminhada com poucos médicos de família titulados e sem nenhuma perspectiva de crescimento. Nos últimos anos, esse cenário mudou drasticamente, hoje contamos com um polo de Residência Médica em Anápolis e Ceres com a expectativa de 23 residentes e 8 preceptores titulados para 2018, também vemos um crescimento na cidade de Rio Verde, onde foram abertas as primeiras vagas de Residência e a nossa Capital onde o primeiro polo de Residência Médica persiste. A Liga Acadêmica de Medicina de Família e Comunidade do Centro Universitário de Anápolis é a maior do estado, ou seja, prevemos um crescimento exponencial da demanda para os próximos anos. As oportunidades têm se concentrado nestes polos de crescimento, porém ainda se faz necessário maior investimento e valorização por parte da gestão.

 

SBMFC: O que o Estado precisaria implementar para que todo goiano tenha um médico de família e comunidade no sistema público? 

Mariana: A exigência da titulação e garantia de vínculo para se assumir o cargo de médico da equipe dentro das unidades básicas, estratégias e clínicas da família, ainda observamos que grande parte dos médicos atuantes na Atenção Primária são recém-formados que estão “apenas de passagem” nas unidades.

 

SBMFC: O sistema suplementar está agregando cada vez mais médicos de família e comunidade. Como está esse mercado no Estado? 

Mariana: Recentemente participamos de um Simpósio envolvendo a Saúde Suplementar de um plano específico onde se foi discutida estaabertura. Os planos têm se mostrado cada vez mais interessados nos médicos de família, porém ainda existe um certo preconceito e desconhecimento sobre o papel do médico de família dentro da saúde suplementar é um crescimento esperado e necessário, porém tem acontecido vagarosamente.


No dia 20 de Janeiro de 2018 foi realizada, no Centro Universitário de Anápolis, Assembleia Geral Ordinária da Associação Goiana de Medicina de Família e Comunidade - AGOMEFAC. Na ocasião, elegeu-se, para o biênio 2018-2019, a nova diretoria da Instituição composta pelos seguintes membros:
- Presidente: Valter Luiz Moreira de Rezende
- Vice-Presidente: Ana Carolina Arantes Coutinho Costa
- Diretora Administrativa: Mariana Vilela de Castro
- Diretor Financeiro: Márcio de Sá Araújo Martins Marcolino
- Diretor Cultural: Adiel Alves de Sousa
- Diretora Científica: Lindsay Patrícia Maia Freire
- Diretor de Titulação: Marco Aurélio Candido de Melo
- Primeiro Suplente: Artur Gonçalves Machado
- Segunda Suplente: Belise Vieira Evangelista da Rocha

- Terceira Suplente: Raiana Braga Neves.


Para ser membro da AGOMEFAC, basta entrar em contato pelo e-mail: agomefac2017@gmail.com. 

Siga a página oficial no facebook: https://www.facebook.com/agomefac/. 

 

 

 

<< voltar às notícias

PARCEIROS

AFILIADOS